Resenha – Alien, O Oitavo Passageiro

alien1979-5

Confesso que fui pego pelo hype em torno de Prometheus, filme do diretor Ridley Scott (“Blade Runner”, “Gladiador”), que estréia no próximo dia 15, sendo este seu retorno à franquia Alien, cujo primeiro filme fora dirigido por ele. Prometheus cronológicamente ocorre antes dos eventos de Alien, O Oitavo Passageiro. Então para entrar no clima do novo longa, e claro, entender todas as referências, resolvi assistir pela primeira vez (sim, não havia visto ainda) os filmes da franquia.

A trama se inicia com a nave de carga/mineração (gigantesca por sinal) Nostromo retornando para a terra, dentre seus tripulantes temos    a protagonista Ripley (Sigourney Weaver) como tenente, Dallas (capitão), Ash (oficial cientista/médico), Lambert (navegadora), Kane (chefe executivo), Brett e Parker (engenheiros). O problema ocorre quando a nave intercepta um sinal, interpretando como um socorro, e por questões de regulamento, são obrigados a investigar. Ao explorar o novo planeta, descobrem uma enorme estrutura, que lembra uma nave…Vou parar por aqui para não estragar a experiência de quem não viu ainda. O desenrolar do conflito é um pouco previsível, mas não podemos analisar isto com nossa visão atual, na época Alien foi um marco para a ficção científica no cinema, tanto esteticamente quanto em linguagem (o filme é de 1979) estabelecendo alguns padrões que podemos encontrar até hoje. A grande questão aqui fica nas enormes brechas e questões sem resposta que a história, obviamente anunciando à sequência, e isso pode deixar o espectador um pouco frustrado. Mas apesar disso, este “arco” entre tripulação da Nostromo versus alien se desenrola bem, e consegue ser fechado aqui.

alien1979-1

O Alien (vulgo “Xenomorfo”) consegue ser a criatura aterradora que deveria ser, agindo nas sombras com seu instinto, o que torna suas aparições mais assustadoras é o fato do filme não fazer questão de jogá-lo na sua cara o tempo todo, tampouco exagera no gore.

A palavra aqui é: clima, a direção de Ridley Scott e a trilha lhe deixam tenso, sentindo a sensação de vazio  pela qual os tripulantes estão passando, você está sozinho na imensidão do espaço, com diz um dos slogans do filme: “no espaço, ninguém pode ouvir seus gritos”. E isso se reflete nas atitudes dos personagens, muitas vezes egoístas, é possível sentir o drama de Ripley, e torcer por ela até o fim. Final este que acabou não muito claro, devido às ações do alien, acredito que tenha sido uma forma de deixar dúvidas sobre suas características biológicas.

alien1979-2

Sem mais, o filme é ótimo, prato cheio para os fãs de ficção científica e suspense, têm tecnologia, sangue, tensão, a Sigourney Weaver pagando calcinha…Além de apresentar um personagem tão emblemático para a cultura pop, o Alien, que viria a figurar em inúmeros produtos de entretenimento posteriormente.

alien1979-4

Agora é preparar a pipoca para a seção de Aliens, O Resgate, e esperar ansiosamente dia 15. Fique então com o trailer legendado de Prometheus:

Sumário
Data
Filme
Alien, o Oitavo Passageiro
Nota
41star1star1star1stargray
  • i think everyone does a fine job here and just wanted to make that known.http://www.yearoflinux.com

  • SilD Lima

    De toda a franquia fico com apenas com o primeiro de 1979. Os outros, todos, caíram no lugar comum. Prometheus é apenas mais uma decepção.

    • Concordo que o primeiro (até o segundo) são os melhores da série. Prometheus pecou prometendo demais e entregando de menos, mas pessoalmente ainda acho divertido assistí-lo, embora não chegue nem perto da obra-prima sci que é este clássico.

      • JOSE DO EGITO

        vc quis dizer que PROMETHEUS apenas prometeu?

Loading...